CD Projekt Red diz que sofreu ataque digital

Ataque hacker

CD Projekt Red. Foto: Divulgação

CD Projekt Red foi vítima de um ataque cibernético.

Os hackers alegam ter roubado documentos internos e os códigos-fonte de Cyberpunk 2077, The Witcher 3 e outros jogos. A companhia anunciou o ocorrido no Twitter, destacando que “os sistemas internos foram comprometidos” e que os hackers deixaram um bilhete de resgate. O bilhete foi divulgado ao público junto ao anúncio, e diz que os hackers “pegaram cópias completas dos códigos-fonte” de Cyberpunk 2077, The Witcher 3, Gwent e “a versão não-lançada de Witcher 3”, supostamente a versão de próxima geração que deve sair em 2021. Esses crackers também alegam ter acesso a “todos” os documentos da empresa relacionados a “contabilidade, administração, divisão legal, RH, relação com investidores e mais”. O bilhete termina dizendo que a CD Projekt Red tem 48 horas para contatar os hackers ou “os códigos-fonte serão vendidos ou vazados online e os documentos serão enviados para contatos do jornalismo de games”. A nota continua: ‘Sua imagem pública ficará ainda pior e mais pessoas verão como sua empresa [sic] de merda funciona. Investidores perderão confiança na sua empresa e as ações despencaram ainda mais.”

Segundo a CD Projekt, dispositivos na rede foram encriptadas, mas começaram a restaurar a infraestrutura de TI e dados por meio de backups. “Não cederemos às demandas ou negociaremos com o autor, cientes de que isso pode levar ao lançamento de dados comprometidos”, diz a declaração da empresa no Twitter. A CD Projekt ainda fala que, até onde se saiba, “os sistemas comprometidos não contêm os dados pessoais dos nossos jogadores ou usuários dos nossos serviços”.

Eles entraram em contato com as autoridades competentes, incluindo o presidente da divisão de proteção de dados pessoais e especialistas forenses de TI, que investigarão o ataque. O ciberataque é similar ao que aconteceu com a Capcom, em que hackers roubaram boas quantidades de dados, eventualmente vazando múltiplos games e fazendo com que funcionários temessem pela segurança de seus dados. Recentemente, a Capcom disse que o ataque não teve impacto significativo nos games que planeja lançar.

Vimos no IGN Brasil.

LEIA MAIS – Conheça 17 empresas que estão definindo o futuro dos games brasileiros

Fatec’s Out é o game brasileiro de 2020 segundo a pesquisa Drops de Jogos/Geração Gamer

Opinião – Death Stranding é sobre futuro; Cyberpunk 2077 é passado. Por Pedro Zambarda

Veja o vídeo da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.