Exército aprova desenvolvimento de jogo de tiro para melhorar sua imagem

Exército quer se aproximar dos gamers

Exército aprova desenvolvimento de jogo de tiro para melhorar sua imagem. Foto: Reprodução

O Exército brasileiro aprovou o desenvolvimento de um jogo de tiro que a instituição pretende lançar para melhorar a imagem da instituição entre jovens no nosso país.

Militares que a diretriz de implantação do projeto já foi assinada e será publicada oportunamente no Boletim do Exército. Não há detalhes sobre quando o jogo será lançado. Chamado de “Missão verde-oliva”, o projeto pretende criar um jogo online em que os jogadores combatem um invasor fictício, no ano de 2025. A previsão inicial era que o game fosse lançado em 2021, inspirado em jogos de sucesso internacionais como Counter Strike. O chefe do Estado Maior do Exército, general Marcos Antonio Amaro dos Santos, receia que o game seja visto como incentivador ruim aos jovens recomendou em um despacho do ano passado que o jogo “não deverá mostrar sangue em demasia para evitar a ideia de violência exagerada”. O militar também pediu que a produção não mostrasse cenas com “potencial para gerar desgaste da imagem ou crise institucional”.

Projeto foi instituído por uma portaria de 30 de abril de 2020. Em junho, uma portaria determinou a produção de um estudo de viabilidade em até três meses. O estudo, no entanto, foi concluído somente este ano e enviado para avaliação para a direção-geral do Exército. Os militares não esclarecem o custo do game, mas o jornal Folha de S.Paulo especulou, com especialistas, que ele deve sair por cerca de R$ 50 milhões.

Vimos essas informações de Naomi Matsui na Coluna de Guilherme Amado no Metrópoles.

LEIA MAIS – Conheça 17 empresas que estão definindo o futuro dos games brasileiros

Fatec’s Out é o game brasileiro de 2020 segundo a pesquisa Drops de Jogos/Geração Gamer

Opinião – Death Stranding é sobre futuro; Cyberpunk 2077 é passado. Por Pedro Zambarda

Veja o vídeo da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.