iPhone XR e 11 ficaram mais caros no Brasil após anúncio do iPhone 12

Nós vamos pagar mais, para variar

Novo preço do iPhone 11 no site da Apple Brasil (Imagem: Reprodução/Apple/Captura de tela)

O novo iPhone 12, top de linha, foi anunciado internacionalmente.

Como de costume, a Apple aproveitou para atualizar os preços oficiais para os modelos que a antecedem. Aqui no Brasil, em vez de baixarem os preços, os iPhone 11 e XR ficaram mais caros, mesmo com a remoção do carregador. O mais recente, o iPhone SE 2020, ficou nos mesmos R$ 3.699 do lançamento no primeiro semestre deste ano. Mas os outros dois modelos que já estavam disponíveis tiveram alta: o iPhone de 64 GB agora sai por R$ 5.699 e o iPhone XR de 64 GB passou a custar R$ 4.999. O iPhone 11 mantinha o preço de seu lançamento por aqui no final do ano passado, que era R$ 4.999. Um aumento de R$ 700, ou 14%. O iPhone XR chegou em 2018 por R$ 5.199, mas havia sido reduzido também em 2019, para R$ 4.299.

Já nos EUA, os preços baixaram, para US$ 599 e US$ 499 pelos iPhone 11 e XR, que se convertem em R$ 3.340 e R$ 2.780, respectivamente. O iPhone SE custa US$ 399 lá fora, ou R$ 2.225 na cotação atual.

Não foi revelado o motivo para a alta, entretanto, é de se imaginar que o dólar mais caro no Brasil esteja entre os motivos.

Vimos no Canaltech.

LEIA MAIS – Drops de Jogos discute como falar de games e política

“Metal Gear mistura guerra e narrativa surreal”, disse fã que tem braço biônico inspirado em Big Boss

Tony Hawk’s Pro Skater 1+2 com Charlie Brown Jr, uma resenha

Death Stranding, a resenha em tempos de coronavírus. Por Pedro Zambarda

Conheça o projeto Indie BR em 5

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.