Pro-player de Street Fighter V que assumiu estupro em live tenta desmentir a história

Capcom baniu o jogador profissional

Veja o jogador

Robson "Robinho" foi acusado de promover um estupro coletivo após clipe em live — Foto: Reprodução

Em entrevista ao jornalista PH Nascimento, do site do Globo Esporte, o jogador Robinho FGC disse que o relacionamento com sua ex aconteceu quando ele tinha 13 anos e a jovem, 15.

Na live, ele diz que organizou um estupro coletivo contra ela. Ele é jogador profissional, pro-player, de Street Fighter V.

Robson diz que a história até a parte da festa é verdadeira, mas que o resto foi “criado da própria cabeça” durante a transmissão.

LEIA MAIS

1 – Opinião: Como a saga Metal Gear Solid objetifica as mulheres e contribui para o machismo [TEXTO COM SPOILERS]

2 – Cyberpunk 2077 é o fracasso necessário, uma resenha. Por Pedro Zambarda

“Uma história alheia que nem existe, falei na zoeira, e agora estão me acusando de algo sério”. O jogador ainda se disse triste: “por maldade do pessoal querendo me prejudicar, podem até me cancelar da Capcom Cup”.

A Capcom se manifestou na tarde desta sexta (7).

A empresa baniu permanentemente o jogador de todos os eventos futuros pertencentes ou operados pela empresa.

Banimento é global, e se aplica a torneios e eventos em todo o mundo, o que inclui, mas não se limita a: Capcom Pro Tour, Capcom Cup e Street Fighter League.

Veja os vídeos da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments