NICE cria projeto para estimular meninas adolescentes a conhecer as oportunidades em TI

Referência em Israel, programa deve chegar ao Brasil no próximo ano

NICE cria projeto para estimular meninas adolescentes a conhecer as oportunidades em TI

NICE cria projeto para estimular meninas adolescentes a conhecer as oportunidades em TI. Foto: Divulgação

Drops de Jogos recebeu informações oficiais. Tecnologia com toque feminino: NICE cria projeto para estimular meninas adolescentes a conhecer as oportunidades do mercado de TI.

A diferença de gênero na tecnologia é uma realidade mundial e no Brasil não é diferente. De acordo com pesquisa realizada pelo Projeto Youth Spark, apenas 18% das pessoas que se formam em Ciência da Computação são mulheres. Destas, somente 25% são contratadas para trabalhar no setor.

As mulheres estão sub-representadas na maioria das empresas de tecnologia e, particularmente, em cargos de engenharia. Para colaborar com a mudança deste cenário, a NICE está agindo para reduzir a diferença de gênero no setor.

A empresa criou o Code:Coda, programa exclusivo projetado para incentivar meninas de 13 a 14 anos a conhecer as possibilidades disponíveis para elas em programação e tecnologia. O Code:Coda oferece às adolescentes uma experiência positiva com a tecnologia pouco antes de escolherem o curso de ensino médio. O objetivo é impactar a decisão de carreira antes mesmo disso se tornar realmente uma preocupação na vida delas.

As meninas participam de sessões semanais e hackathons exclusivos durante todo o ano acadêmico do ensino médio em uma instalação especialmente projetada pela NICE. O programa é liderado e orientado por profissionais de TI da própria empresa, para que as estudantes possam conhecer mulheres que já atuam na área e percebam que podem, também, se tornar agentes de mudança na equiparação de gêneros no trabalho com tecnologia.

O programa é aprovado pelo Ministério da Educação de Israel e envolve os pais e professores das garotas para maximizar o impacto na comunidade em geral e reforçar mensagens e valores.

“Este é um projeto pelo qual todos temos um grande carinho. O mercado de tecnologia é tradicionalmente um lugar masculino, mas as mulheres têm muito com o que contribuir. Dar às meninas de todo o mundo a oportunidade de conhecer e de se fascinarem com o mundo da TI é uma ação muito bonita, pois abre caminhos que antes não estavam à disposição delas, por questões muitas vezes culturais. Nunca é sobre talento, disposição, capacidade. Esta preocupação mostra muito do espírito da NICE, uma empresa que traz a inovação em seu DNA e que tem uma visão de mercado que vai além dos negócios, sendo também inclusiva”, explica Julia Franco, Gerente de Marketing da NICE para a América Latina.

LEIA MAIS

1 – K-Pop: Manual de Sobrevivência, uma resenha. Por Pedro Zambarda

2 – Documentário Loading, uma resenha. Por Pedro Zambarda

NICE cria projeto para estimular meninas adolescentes a conhecer as oportunidades em TI

NICE cria projeto para estimular meninas adolescentes a conhecer as oportunidades em TI. Foto: Divulgação

Code:Coda tem previsão de chegar ao Brasil em 2023, mas a NICE já tem empreendido esforços para igualar os gêneros nos cargos de gestão da empresa na América Latina. Conheça as executivas que são destaque na empresa. Quando se fala em tecnologia, a NICE também tem um toque feminino!

Ingrid Imanishi, Diretora de Soluções Avançadas da NICE

Com grande experiência em vendas de soluções de negócios, Ingrid construiu sua carreira na área de software e atuou diretamente em projetos envolvendo CRM, otimização de força de trabalho, análise de interação e automação de processos robóticos (em inglês, Robotic Process Automation, ou RPA).

Formada em Engenharia da Computação pela Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, e com cerificados pelo Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) em Big Data e Social Analytics, a executiva vem atuando no mercado latino-americano de tecnologia há mais de 20 anos.

Na NICE desde 2011, Ingrid Imanishi é uma profunda conhecedora do mercado de RPA, Analytics e aplicações de Inteligência Artificial.

A executiva afirma que o programa colabora muito com a inserção da mulher no mercado de TI. “Não tenho dúvidas de que todos têm a ganhar, tanto em questões de quantidade quanto de qualidade de cargos e remuneração equiparada. A presença feminina precisa se expandir nas áreas de tecnologia e nas posições de liderança. É muito motivador atuar em uma empresa que tem como objetivo transformar o mercado de TI em um espaço para que mulheres de todo o mundo possam concretizar suas carreiras”, explica Ingrid.

Norma Pineda, Diretora Regional da NICE para a região Norte da América Latina, México, América Central, Caribe e Colômbia.

A executiva possui ampla experiência em desenvolvimento de negócios na área de tecnologia, especialmente no setor de Contact Center, e possui experiência acadêmica em planejamento estratégico de negócios, negociação e introdução de novos produtos.

Norma tem um histórico consolidado na região, tendo atuado em grandes empresas de tecnologia e Contact Center. Referência em liderança feminina, Norma Pineda defende iniciativas que estimulem a ampliação do número de mulheres em cargos de liderança, oferecendo condições de qualificação e crescimento em um ambiente predominantemente masculino. Segundo ela, flexibilidade, intuição e responsabilidade são características muito fortes nas mulheres e devem ser utilizadas na construção de ambientes diversos e mais colaborativos.

Marcia Golfetti, Diretora de Canais e Operações da NICE para a América Latina

A executiva iniciou sua carreira como Field Sales na Westcon e trabalhou como Channel Manager na Enterasys Networks. Na sequência, atuou na Avaya em diferentes funções até se tornar Diretora de Canal. Neste cargo, foi responsável por vendas indiretas no Brasil. Sua função anterior foi como Diretora de Canal por 6 anos na Genesys. É formada em Administração e possui MBA pela FGV.

Marcia tem como objetivo seguir a estratégia de parcerias da empresa, assim como coordenar as equipes para garantir o alto desempenho, com uma visão ampla do negócio.

Flávia Vitoriano Seabra, Gerente de Serviços WCX para a América Latina

Com mais de 17 anos de experiência em grandes corporações multinacionais, Flavia atuou como líder em áreas de tecnologia, entrega/engajamento e gestão de projetos.

Antes da NICE, a executiva trabalhou na Capgemni em iniciativas que tinham como objetivo ampliar a produtividade da equipe sem sacrificar a margem do projeto e a satisfação do cliente. Também atuou por muitos anos em cargos de gestão na IBM Brasil, onde desenvolveu projetos que impactaram na produtividade e no incremento dos SLAs (Service Level Agreement) em seu departamento.

Julia Franco, Gerente de Marketing da NICE para a América Latina

Aos 33 anos, a jovem executiva possui sólida experiência em comunicação, com foco em métricas digitais, formatos e comportamento do consumidor.

Julia possui perfil de gestão e liderança de equipe, sendo responsável por times no Brasil e na América Latina de língua espanhola. Cuida do relacionamento, gestão e comunicação com agências globais, fornecedores, casas de produção e possui experiência em gestão de clientes em todo o mundo. Anteriormente, atuou como gestora de marketing na América Latina (México, Argentina, Chile, Colômbia, entre outros), Londres, São Francisco e Nova York.

A executiva tem como objetivo criar uma área de marketing ainda mais presente na América Latina, com ações de branding que visam trazer mais visibilidade para a empresa tanto no ambiente B2B quanto para o consumidor final.

Sobre a NICE

Com o NICE (Nasdaq: NICE), nunca foi tão fácil para organizações de todos os tamanhos ao redor do mundo criar experiências extraordinárias para o cliente enquanto atendem às principais métricas de negócios. Com a plataforma de experiência do cliente nativa em nuvem nº 1 do mundo, CXone, a NICE é líder mundial em software CX de autoatendimento com tecnologia de IA e CX assistido por agente para Contact Center — e além.

Mais de 25.000 organizações em mais de 150 países, incluindo mais de 85 empresas da Fortune 100, fazem parceria com a NICE para transformar – e elevar – cada interação com o cliente.

LEIA MAIS NO DROPS DE JOGOS

Opinião: BGS 2022 teve jogo indie com estande próprio e até com o TikTok

Veja os vídeos da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments